PESQUISAR CONTEÚDOS

Carregando...

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Expectativas Geram Estereótipos

O estereótipo, afinal, é um modo de categorizar informações, na esperança de prever sensações. O cérebro não pode partir da estaca zero a cada nova situação. Ele precisa partir de algo que já tenha visto, por isso, os estereótipos não são intrinsecamente maus. Eles são atalhos em nossa eterna tentativa de compreender ambientes complicados. É por isso que temos a expectativa de que o idoso irá precisar de ajuda para usar o computador ou que o aluno de Harvard será inteligente. Porém, já que o estereótipo gera em nós expectativas específicas sobre os membros de determinado grupo, também pode influenciar desfavoravelmente tanto as percepções quanto o nosso comportamento.


Quando nos despirmos dos preconceitos e o conhecimento prévio não for possível, talvez seja possível ao menos reconhecer que todos somos tendenciosos. Se reconhecermos que estamos todos amarrados à nossa perspectiva, que nos deixa parcialmente cegos para a verdade, talvez possamos admitir a idéia de que os conflitos geralmente exigem um terceiro neutro – que não esteja contaminado por nossas expectativas – para definir regras e regulamentos. Naturalmente, aceitar a palavra de um terceiro não é fácil nem sempre possível, porém, quando é possível, pode trazer benefícios substanciais e, só por isso, precisamos continuar tentando.




(do livro: “Previsivelmente Irracional – como as situações do dia-a-dia influenciam as nossas decisões” – Dan Ariely)



Luciano - Copyright © 2009

Nenhum comentário: