PESQUISAR CONTEÚDOS

Carregando...

sábado, 18 de julho de 2009

Os 10 Guitarristas Mais Fissurados

OS 10 GUITARRISTAS MAIS FISSURADOS

1- EDDIE VAN HALEN

Por ser um doente fanático por este guitarrista holandês,coloco-o em primeiro na lista por um simples motivo: EDDIE foi considerado por unanimidade como o guitarrista "mais legal" de todos os tempos. Não confunda legal com qualquer outro adjetivo, por favor... Mas ele tem seus méritos! Em termos de técnica revolucionou o TWO HANDS/TAPPING (método de tocar com as duas mãos no braço da guitarra), aperfeiçoou o instrumento (micro-afinação, alavanca, trava do braço, captação, molas, etc), gravou "ERUPTION", um dos solos mais incríveis de todos os tempos e sem dúvida é um dos guitarristas mais influentes de todos os tempos. Melhor eu parar por aqui senão fico o BLOG inteiro falando desse cara que é um verdadeiro gênio

2- STEVE VAI

Quando vi este guitarrista num show no OLÍMPIA em São Paulo foi engraçado... Observar os rostos assombrados da platéia foi no mínimo interessante, sem contar que fiquei uma semana surdo, com uma abelha zunindo dentro do meu pobre ouvido! O cara é um verdadeiro malabarista! Sua performance no palco é de longe insuperável; Vai sabe usar todas as técnicas como ninguém, criando um estilo próprio. Faz caretas, brinca com a platéia, parece estar fazendo amor com o instrumento em certos momentos... Mestre na alavancada e nos efeitos, STEVE VAI é sem sombra de dúvidas o melhor guitarrista que já surgiu na face deste planeta em todos os tempos!


3- JEFF BECK

Se tem um guitarrista que me faz ficar plantado esperando lançar alguma coisa nova é JEFF BECK. Sempre inovando em seus CDs e surpreendendo ao vivo com seus improvisos, truques e ruídos estranhos. JEFF BECK é um guitarrista para ser visto, pois simplesmente ouvindo-se o CD não se tem idéia do que está fazendo. Ouçam "NADIA" do álbum YOU HAD IT COMING e saberão do que estou falando.

4- STEVE HACKETT

HACKETT é um guitarrista que varia no estilo, as vezes clássico, as vezes agressivo... Bom de alavancada e harmonia, mas talvez seu forte mesmo seja usar a microfonia como ninguém. Nota-se nitidamente o quanto influenciava o estilo de sua ex-banda, o GENESIS, após sua saída em 1977. Em sua carreira solo, deu sequência no que poderia ser o som do GENESIS se ainda estivesse na banda. Melhor vê-lo sozinho do que o GENESIS sem ele.


5- BLUES SARACENO

Velocidade na palhetada. SARACENO é veloz, mas sabe ser harmonioso e quando resolve cair para o lado clássico usando apenas o violão de nylon é fantástico. Seu estilo é também variado, mas seu timbre é inconfundível. Esse é um daqueles caras que quando você está ouvindo, facilmente diz: "Opa, eu conheço isso! Não é BLUES SARACENO?" Quando ouvi o álbum NEVER LOOK BACK fiquei tão impressionado que instantaneamente já saí correndo atrás dos outros trabalhos deste guitarrista!


6- DAVID GILMOUR

O rei da harmonia? Talvez, mas não podemos deixar de lado ERIC CLAPTON quando se trata deste assunto. GILMOUR é um verdadeiro gênio e artista, criador de riffs inesquecíveis e solos maravilhosamente bem elaborados e harmoniosos. Sabe tudo de efeitos, basta ouvir seus trabalhos no PINK FLOYD em todas as fases até seu último UNPLUGGED em carreira solo.


7- STEVE MORSE

O legal de STEVE MORSE é vê-lo tocar usando a técnica do botão de volume. MORSE é rápido e também tem uma palhetada inconfundível. Seus trabalhos no DIXIE DREGS e em carreira solo fazem esquecer por completo o que faz atualmente no DEEP PURPLE.

8 - JOE SATRIANI

Simplesmente foi o professor de ninguém menos que STEVE VAI e KIRK HAMMETT (do METALLICA). Satriani é um guitarrista completo, domina também todas as técnicas e talvez tenha sido o criador do efeito WHAMMY (THE EDGE do U2 que me perdoe). Esta injusta posição de oitavo colocado em que o coloquei talvez se deva pelo fato de SATRIANI ser um pouco repetitivo ao vivo ou por estar nos devendo ainda aquele álbum fantástico, algo como o que foi PASSION AND WARFARE de STEVE VAI.


9- ERIC JOHNSON

Pra mim uma das maiores revelações dos últimos tempos. No primeiro G3 em que reunia STEVE VAI, JOE SATRIANI e o próprio ERIC JOHNSON, talvez ele tenha sido o maior destaque. O modo como executa perfeitamente suas músicas, com sua técnica que mistura um pouco de JAZZ com ROCK impressionam.
Harmonia e melodia fazem ERIC JOHNSON estar nesta minha lista.


10- ACE FREHLEY

O ex-guitarrista do KISS (o original) é um cara polêmico. Em se tratando de técnica, ACE jamais estaria nesta minha lista, mas se falarmos de riffs de guitarra, aí a coisa muda... E não é só, ACE tem um estilo próprio e faz a diferença, nota-se isso com sua saída do KISS no início da década de 80. ACE é como HACKETT em termos de influência na sonoridade da banda. O KISS sem ACE FREHLEY é como comida chinesa sem o molho shoyo. Mas o que não posso deixar de registrar aqui é a minha revolta pela injustiça que sofreu na banda dos mascarados por não lhe terem dado o espaço merecido, basta vocês ouvirem o seu trabalho solo quando todos os integrantes do KISS resolveram lançar seus trabalhos solos simultâneamente em 1977. De longe, o álbum de ACE é superior ao dos outros 3 integrantes do KISS. E ainda vale a pena mencionar o grande trabalho feito no FREHLEY'S COMET, no qual destaco a maravilhosa instrumental FRACTURED TOO, uma espécie de continuação de FRACTURED MIRROR do álbum solo de 77. E pra terminar, por favor, não confundam o guitarrista TOMMY THAYER que está no KISS atualmente usando a mesma roupa e maquiagem que ACE usava quando estava na banda.

Fonte: Opinião de: Ricardo M. Freire



Luciano Copyright - © 2009

2 comentários:

Anônimo disse...

gostei dessa matéria, vc só coloca fotos de cidades, assuntos de economia e politica até que enfim algo mais interessante ROCK N´ROLL!!!!!!

Piaba disse...

Legal!!!
Eu só senti falta do Saul Slash +
vejo q ñ haveriam mtos lugares p/ ele...
Se fossem 11 qm sabe...