PESQUISAR CONTEÚDOS

Carregando...

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Plágio & Direitos Autorais

PLÁGIO EM PESQUISAS ACADÊMICAS

Quando as respostas de seus alunos dão mais informações do que a solicitada, revela um nível de conhecimento superior em relação ao esperado do que esta escrito em uma linguagem e estilo diferente da hábitual utilizada pelo estudante, que faz com que o professor suspeite. Estará à frente de um texto cópiado da Internet?




Se apropriar de idéias e afirmações de textos diversos - é uma ação já conhecida como cópiar e colar, cada vez mais comuns na instituições acadêmicas.

A LEI DOS DIREITOS AUTORAIS

(Lei 9.610/98) prevê:

Das Obras Protegidas
Art. 7º São obras intelectuais protegidas as criações do espírito, expressas por qualquer meio ou fixadas em qualquer suporte, tangível ou intangível, conhecido ou que se invente no futuro, tais como:
I - os textos de obras literárias, artísticas ou científicas;




CONSELHO DE MESTRE

Para evitar o Plágio, os professores recomendam citar sempre as frases cópiadas e mencionar os autores e as suas idéias utilizadas. Pois, o conceito de Plágio nas instituições acadêmicas esta em contradição em como é realizada, como é transmitida a geração de conhecimento e a questão de valores éticos.



A INTERNET, É UM MEIO PÚBLICO DE PUBLICAR IDÉIAS

Expressas por qualquer meio”. Internet é um meio de publicação. A partir do momento em que alguém posta um conto, um poema, uma crônica, uma frase, qualquer texto INÉDITO, o dono do blog ou site passa a ser o autor, perante a lei, daquela obra e somente ele tem o poder de ceder ou não seu texto para ser exposto em outro local.

Texto: Sandra Pontes
Revisão: D. Afonso XX, O Chato.
Fonte: http://sandrapontes.com/?page_id=816


PLÁGIO: É UMA QUESTÃO DE ÉTICA

Raras vezes, nos deparamos com casos de plágio de: Músicas, Livros, Enredos de Novelas, Contos, Roupas, Monografrias e Trabalhos Escolares. Materiais em que tudo depende de criação e é uma condicionante passível de ser copiado. Com a "Internet" tudo pode ser copiado. Um namorado apaixonado pode muito bem entrar num site e reproduzir um poema, que ali encontro e achou legal e copia e entregar para a sua amada, chamando para si, de sua autoria. Quem vai saber? São inúmeras as possibilidades que a Internet oferece para quem quer simplesmente copiar e colar assuntos para trabalhos escolares diversos.

Ora”, dirão alguns, “foi só um poeminha”. Sim. Um poeminha. E daí? Poderia ter sido uma frase. Um círculo com um risco no meio, um post em branco… Mas TEM AUTOR! E um autor que se encontra no direito de receber os CRÉDITOS por algo que criou. É uma questão de respeito. No mínimo.
NÃO PODEMOS deixar que o plágio aconteça de forma impune. NUNCA. Nós temos o péssimo costume de relevar os problemas, acontecimentos que se passam com outras pessoas. Até que aconteçam conosco. Aí dói. Ofende. Avilta."


OBS/HUMOR: Roubar a idéia de uma pessoa sim é plágio. Agora roubar a idéia de varias pessoas é pesquisa.

Fonte: Jornal La Nación (Argentina, 31/05/2009)
Luciano Copyright - © 2009

Nenhum comentário: